¡Adiós, Esteban!

Eu tenho tudo o que não quero; eu quero tudo que não posso ter.

Meu bem me fez tão mal.

Oh no, oh no…

Agora é tarde e já não somos mais tão inocentes pra deixar pra trás o que passou.

Tentei ser como eles, todos tão iguais, mas no mundo onde vivo, todo mundo ama alguém a mais - ou nunca amou.

Quem será que vai me ajudar, quem vai me entender quando eu precisar fugir daqui?


Feche a porta pra você já que acha que é assim que tudo vai se resolver, pode mentir.

Use tudo e todos que você puder; Me prove que o amor é pra quem não sabe o que quer, bem como eu sou.

Corte os laços, desate os nós, jogue fora os pedaços e transforme em pó, o que passou.



Ponte Aérea.

 

Quando você chegar

Lembre que eu vivo no mesmo lugar

Você não sabe  o quanto eu fiquei

Esperando você me ligar

Não sei falar francês

Mas  já fiz tanta coisa pra te impressionar

Já fui bandido e já fui heroi

Viajei do asfalto até o mar

Quando você voltar

Me chame pra sair, pra me libertar

Sei que você pensa em me ver

Mas não tem coragem de falar

Errei, mais de uma vez

Mas quem vive essa vida com medo de errar

Quantas vezes eu te procurei

E encontrei alguém no meu lugar


Eu tenho tanto pra dizer

Pra quem não quer me escutar

Eu vou parar de me esconder

Eu vou viver

Quando você chegar

Eu quero o que não posso ter

Até já cansei de esperar

Vou cantar para o mundo ouvir

Não vou desistir

Quando você voltar

"Eu vivo um sonho toda noite; eu vivo a noite todo dia."

Eu tenho medo de ter medo pelo resto da vida. 

More Information